zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

agricultura

Sementes geneticamente modificadas ameaçam biodiversidade
| Por Pedro Vacas


Um relatório especial da ONU sobre o Direito à Alimentação, adverte que a crescente distribuição de sementes geneticamente modificadas torna os agricultores dependentes desses produtos e ameaça a biodiversidade.

No documento, Schutter refere que a crescente distribuição destes produtos geneticamente modificados constitui um obstáculo ao desenvolvimento tradicional e à produção agrícola.

Por outro lado afirma que actualmente dez empresas monopolizam 67% do mercado global de sementes e acabam por influenciar a forma como se cultiva em todo o mundo.

“Existe uma pressão crescente para a existência de plantações mais uniformes. Hoje em dia cultivam-se 150 espécies no mundo e a maioria dos esforços dirigem-se ao trigo, milho e arroz. Dentro de cada cultivo a diversidade genética está a desaparecer” afirma Schutter.

Estas práticas tornam as espécies mais vulneráveis, pois não conseguem responder às alterações climáticas e ataques imprevisíveis da natureza.

fonte: C.N.ONU


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza