zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

agricultura

Investigação sobre o caranguejo pilado distinguida pelas boas práticas
| Por Pedro Vacas


Projeto da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar reconhecido em Bruxelas.

O projeto de investigação “Pilado Add Value” da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), foi recentemente reconhecido em Bruxelas pela Direção-Geral dos Assuntos Marítimos e Pescas, da Comissão Europeia, durante a conferência “Futuro sustentável para as áreas da pesca”.

O projeto, coordenado por Sérgio Leandro, é da responsabilidade do Grupo de Investigação em Recursos Marinhos (GIRM), e pretende «criar um circuito de valorização envolvendo os pescadores, a ciência e as empresas biomédicas e de base tecnológica», representando assim o Grupo de Ação Costeira do Oeste.

O GIRM/IPL pretende lançar no início do próximo ano este projeto de investigação sobre o pilado, uma espécie de caranguejo abundante na costa portuguesa e que costuma ser arrastado pelas redes de pesca do cerco, sendo posteriormente rejeitado e devolvido ao mar. O caranguejo pilado é, tal como outros crustáceos, uma fonte de biopolímeros, nomeadamente a quitina, que é aplicada no tratamento de queimaduras ou em comprimidos para emagrecimento.

Nuno Mangas, presidente do IPL, salienta «a elevada qualidade do trabalho realizado pelas escolas ao nível da Investigação & Desenvolvimento, frequentemente reconhecido nacional e internacionalmente». «Destaco também a forte componente de ligação às empresas e instituições públicas e privadas, que demonstra e fomenta a transferência de conhecimentos do nosso Instituto para as entidades que poderão deles beneficiar», acrescenta o presidente do IPL.

O GIRM/IPL está localizado em Peniche, na ESTM/IPL. Esta Escola do ensino superior público desenvolve a sua actividade nos domínios da formação, da investigação e da prestação de serviços à comunidade, nas áreas do turismo e das ciências e tecnologias do mar. Regendo-se por elevados padrões de qualidade, a instituição tem em funcionamento quatro cursos de especialização tecnológica (CET), oito cursos de licenciatura, dois deles ministrados em regime pós-laboral e em ensino a distância, e seis cursos de mestrado.

No âmbito da investigação, a ESTM/IPL acolhe, além do GIRM - Grupo de Investigação em Recursos Marinhos, que desenvolve a sua actividade de investigação no domínio dos recursos marinhos e da biotecnologia marinha, o GITUR - Grupo de Investigação em Turismo, que desenvolve estudos na área de investigação ligada ao turismo.

Fonte: GIRM


Publicidade


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

Comentários

Nome:
sergio saraiva
Comentário:
façam alguma coisa quanto a esse bicho maldito que nos destrói os apetrechos de pesca e come todo o peixe que nelas malham.deve ser bom e ter alguma utilidade tanto para a industria do marisco tanto para medicina,e esta aos montes aos bilioes.tem milhares de toneladas para apanhar.e nao são os da sardinha que apanham mais somos nos os das redes de emalhar que nos vimos consumidos com ele.E uma praga digam aos arrastos de Matosinhos para apanha-los e paguem claro com um acordo mutuo sobre o preço que eles não se importao e para nos e um alivio.porque so da trabalho e nenhum rendimento so prejuízo
07/09/2013 - 22:38:13

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza