zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

construção sustentável

Uma casa tecnologicamente inteligente
| Por Pedro Vacas


Um dos concorrentes deste ano à Solar Decathlon é a Casa da Virginia, tecnologicamente inteligente, a Lumenhaus (combinação de Lumen, que significa poder da luz, e Haus, que pretende fazer uma referência ao movimento arquitectónico Bahaus). Esta casa inteligente tem como principal característica o consumo nulo de energia.

Este projecto americano concorre no Solar Decathlon Europe, onde só dois concorrentes americanos integram o lote de equipas de todo o mundo.

Lumenhaus é uma casa com 800 m2, 1 quarto em openspace que amplia para o deck exterior quando se abre o Sistema Eclipse. Este inovador e avançado sistema permite que a casa abra automaticamente uma ligação com exterior, conforme as condições meteorológicas.

Este sistema é composto por duas telas, sendo uma de metal e opaca, e a outra em policarbonato translúcido preenchida com aerogel. O aerogel é um super leve, altamente isolante, material translúcido, que proporciona isolamento equivalente a uma parede típica, sem bloquear a luz natural.

Durante o bom tempo, as telas ou painéis abrem-se para entrar luz natural e alargar o espaço da casa para o deck exterior. Durante o mau tempo, a tela metálica protege a casa. Todas as condições meteorológicas são controladas por uma pequena estação colocada no telhado da casa.

O telhado desta casa é composto por um muito eficiente sistema solar, que consegue captar energia solar suficiente para que a casa seja auto-sustentável. Este sistema inteligente tem a particularidade dos painéis serem bifaciais, o que permite um aumento do aproveitamento em cerca de 15%, devido também à possibilidade de inclinação dos mesmos.

As orientações solares da casa estão, também, naturalmente pensadas para que a casa aproveite ao máximo a luz natural. Ainda aliado a todas estas inovações, a casa tem controlo remoto através do telefone, sendo possível desligar luzes ou mesmo o computador.

A casa tem ainda uma série de características, próprias de uma casa verde inteligente como: a reciclagem da água e aproveitamento das águas da chuva, chão radiante, materiais sustentáveis, entre outras.

Enquanto o protótipo tem um custo à volta dos 350.000 dólares (250.000 euros), o futuro modelo custará um pouco menos.

Sendo o design modular e prefabricado, permite uma construção eficiente que a torna um exemplo de construção sustentável.

fonte: Solar Decathlon


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza