zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

energia

Etiqueta de eficiência energética: Novas classes mais eficientes
| Por Pedro Vacas


Etiqueta de eficiência energética reformulada para frigoríficos, máquinas de lavar e televisores.

As já conhecidas etiquetas energéticas que classificam vários grupos de aparelhos domésticos, no que diz respeito à sua eficiência energética, estão a ser reformuladas. No sentido de acompanhar e induzir o avanço tecnológico por parte dos produtores e satisfazer as crescentes exigências dos consumidores são introduzidas novas classes energéticas e removidos aparelhos menos eficientes do mercado.

Estas alterações resultam da aplicação da Directiva 2010/30/CE, sobre rotulagem energética, e da Directiva 2009/125/CE, sobre concepção ecológica de produtos.

Os primeiros grupos de aparelhos visados são as máquinas de lavar roupa e louça, aparelhos de refrigeração e televisores.

O que muda na etiqueta?

Estes produtos passam a ser classificados em 7 classes, de A+++ a D, subindo, portanto, o nível de exigência no que respeita ao desempenho energético. No âmbito desta nova etiqueta, duas categorias de produtos ficam com 10 classes (de A+++ a G): os equipamentos de frio que fazem refrigeração por absorção (ao contrário dos tradicionais de refrigeração por compressão) e os aparelhos de armazenagem de vinho (categoria criada de raiz).

As etiquetas dos televisores, também criadas de raiz, têm uma classificação de A a G, migrando para A+++ a D, de forma faseada, até 2020.

A etiqueta é neutra quanto ao idioma, e igual para todos os países da União Europeia, pois os textos dão lugar a pictogramas, a partir dos quais os consumidores podem conhecer as características e o desempenho do produto.

Por outro lado, a nova legislação obriga a exigências quanto a publicidade e material promocional, como a referência obrigatória à classe energética do produto.

Quando?

No último ano a utilização da nova etiqueta teve um carácter voluntário porém:

- Todos os aparelhos de refrigeração e televisores colocados no mercado a partir de 30 de Novembro de 2011 têm que apresentar, de forma visível, a nova etiqueta energética.
- Todas as máquinas de lavar roupa e louça colocadas no mercado a partir de 20 de Dezembro de 2011 têm que apresentar, de forma visível, a nova etiqueta energética.

A antiga etiqueta pode ser encontrada em modelos colocados no mercado antes destas datas, podendo estes ser vendidos sem prazo limite.

Em Julho de 2010 foi aplicado um requisito de concepção ecológica que implicava retirar do mercado todos os aparelhos de refrigeração com classe de eficiência energética inferior a A. No mesmo âmbito todas as máquinas de lavar roupa e louça (para mais de 11 serviços individuais) com classe energética inferior a A também são retiradas do mercado a partir de 1 de Dezembro de 2011.

O que pode encontrar hoje no mercado português*?

Etiqueta de eficiência energética - Novas classes mais eficientes

*Apesar das novas etiquetas apresentarem um intervalo de classes de A+++ a D, no caso das Máquinas de Lavar e dos Aparelhos de Refrigeração, já só se encontram o mercado modelos com classes de A a +++.

O que pode poupar?

Ao comprar um combinado de classe energética A+++ pode poupar 35€/ano em energia, comparativamente com um de classe A.

Ao comprar uma máquina de lavar louça de classe energética A+++ pode poupar 8€/ano comparativamente com uma de classe A, considerando 3 lavagens semanais.

Ao comprar uma máquina de lavar roupa de classe energética A+++ pode poupar 8€/ano comparativamente com uma de classe A, considerando 3 lavagens semanais.

Fonte: A Direcção Nacional da
Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza


Publicidade


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza