zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

mobilidade

Incentivos e objectivos para massificação dos automóveis eléctricos
| Por Pedro Vacas


Hoje, 20 de Agosto, o Conselho de Ministros aprovou várias medidas destinadas à implementação do Programa para a Mobilidade Eléctrica, destinado à massificação do veículo eléctrico.

As medidas incluem:

- a atribuição de um subsídio de 5.000 euros, aos primeiros 5.000 particulares que adquiram automóvel eléctrico, podendo esse incentivo ser acrescido de mais 1.500 euros no caso de se proceder ao abate de automóvel de combustão interna;

- majoração de custo até 50% em sede de IRC, em aquisições de frotas de veículos eléctricos pelas empresas;

- compra anual de 20% de automóveis eléctricos na renovação da frota da Administração Central;

- promoção da prioridade à circulação de veículos eléctricos em vias de alta ocupação e de estacionamentos preferenciais nas cidades;

- criação de 320 pontos de carregamento em 2010, e de 1350 em 2011;

- criação de Plataforma de investigação, desenvolvimento e teste de Sistemas de Gestão da Mobilidade Eléctrica.

O Orçamento do Estado para 2009 já criara medidas de incentivo, quer em sede de IRS quer de Imposto Sobre Veículos, à aquisição de veículos eléctricos, dando expressão a um dos objectivos do Programa do Governo para desenvolvimento no Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética.

O Programa desenvolve-se em três fases:

- «Fase Piloto», que se encontra em curso até 2011, a qual inclui a construção de uma infra-estrutura mínima experimental de mobilidade eléctrica a nível nacional, abrangendo 25 Municípios e os principais eixos viários, a qual permitirá testar soluções de carregamento;

- «Fase de Crescimento», que terá início em 2012, que implicará o alargamento da infra-estrutura experimental, com adopção das soluções testadas com sucesso na fase anterior, em particular no domínio da rede de carregamentos;

- «Fase de Consolidação», que terá início logo que a procura de veículos eléctricos atinja um nível sustentado e, simultaneamente, estejam criadas as condições para a introdução de um sistema de bidireccionalidade de carregamento.

fonte: portugal.gov.pt


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza