zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

mobilidade

Novo aeroporto de Berlim testa Opel HydroGen4
| Por Pedro Vacas


A Opel está a alargar o seu programa de testes em condições reais com automóveis com pilha de combustível. O vice-presidente da Opel Volker Hoff, fez a entrega formal de uma unidade HydroGen4 aos Aeroportos de Berlim.

«Este protótipo avançado, alimentado a hidrogénio, vai contribuir para recolhermos ainda mais dados sobre a utilização diária desta tecnologia futurista», explicou Hoff. «Esta é mais uma iniciativa no âmbito do programa Clean Energy Partnership. O BER é um parceiro ideal já que possui o primeiro posto de abastecimento do mundo que é neutro do ponto de vista de CO2. O hidrogénio verde deste posto de abastecimento da Total é produzido a partir de energia eólica fornecida pela Enertrag. Ambas as empresas, Total e Enertrag, são também parceiras do nosso programa de testes», esclareceu ainda o responsável da Opel, que está a realizar testes em situações reais de utilização de automóveis a pilha de combustível decorre desde 2008.

Manfred A. Körtgen, director-geral da BBI, empresa responsável pela operação dos aeroportos de Berlim, sublinhou, em comunicado, que a eficiência energética e a sustentabilidade são os objectivos dos aeroportos de Berlim. «Pretendemos tornar o novo aeroporto de Berlim Brandemburgo no mais moderno aeroporto da Europa, sustentado na liderança em protecção ambiental e dos seus recursos. Obviamente, isso aplica-se também à frota que utilizamos no aeroporto, privilegiando a propulsão alternativa. A nossa colaboração com a Opel e o teste de longa duração que vamos realizar com o HydroGen4 a hidrogénio dá-nos a grande oportunidade de comprovar as vantagens desta nova tecnologia de propulsão na utilização diária no aeroporto.»

O novíssimo aeroporto de Berlim Brandemburgo (BER) estará totalmente operacional no dia 3 de Junho de 2012 e substituirá os actuais aeroportos de Tegel e de Schönefeld. Além do BER, participam no programa de testes empresas e entidades como o ADAC, Allianz, Axel Springer AG/Bild, Coca-Cola, Hilton, Linde, Pace, Schindler, Veolia e NH Hotel Friedrichstrasse, utilizando unidades Opel HydroGen4 nas suas frotas. O programa conta também com o envolvimento de instituições públicas como o Gabinete Federal do estado de Hesse. O Clean Energy Partnership é um projecto promovido pelo Ministério Federal dos Transportes, Construção e Urbanismo que coloca em evidência a utilização diária do hidrogénio como combustível para a mobilidade. Este programa de desenvolvimento é o maior do género à escala europeia.

O Opel HydroGen4 é a versão mais recente que resulta da investigação da Opel e da General Motors no domínio da pilha de combustível a hidrogénio. A pilha é constituída por um conjunto de 440 células ligadas em série que geram electricidade para alimentar um motor eléctrico síncrono. Com 73 kW (100 cv) de potência, este motor consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 12 segundos e atingir a velocidade máxima de 160 km/h.

O automóvel possui três depósitos com capacidade para um total de 4,2 kg de hidrogénio armazenado a alta pressão, facultando uma autonomia até 320 quilómetros. Os depósitos são construídos em materiais compósitos de carbono. O reabastecimento de hidrogénio demora apenas três minutos graças à pressão de funcionamento a 700 bar.

Fonte: h2portugal


Publicidade


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza