zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

ordenamento do território

Aberta discussão pública do POPNPG
| Por Pedro Vacas


A discussão pública do Plano de Ordenamento do Parque Nacional da Peneda-Gerês, que hoje começa, prolongando-se até 2 de Dezembro, inclui cinco sessões públicas de apresentação do documento às populações.

As sessões, que por vezes são muito polémicas dada a tradicional oposição de uma parte das populações à gestão do Parque, decorrem, nos cinco municípios que o integram: a 11 de Novembro, em Montalegre, a 12, na Ponte da Barca, a 18 no Gerês, Terras de Bouro, a 20 em Lamas de Mouro, Melgaço, e a 25, nos Arcos de Valdevez.

O documento, hoje publicado no site do Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade, pode ainda ser alterado na sequência das eventuais contribuições que possam ser acolhidas pela equipa que coordenou o Plano.

«Durante o período de discussão pública, os interessados podem apresentar as observações e sugestões que julgarem pertinentes acerca do Plano de Ordenamento do Parque Nacional da Peneda-Gerês, devendo fazê-lo por escrito», sublinha o director do PNPG, Lagido Domingos.

Na apresentação aos jornalistas, o gestor disse que o Plano de Ordenamento do Parque Nacional introduz o conceito de «todo o parque aberto aos visitantes, já que deixa de haver zonas interditas».

Acrescentou que o plano «reforça a integração do conceito de ecossistema enquanto fornecedor de serviços e plataforma de desenvolvimento sustentável, como sucede com o mercado do carbono, os produtos florestais e silvo-pastoris e a visitação».

O documento, introduz, ainda, o conceito de wilderness -espaços naturais pouco artificializados pelo homem, estratégicos para a preservação de espécies de elevado valor ecológico.

fonte: Diário Digital


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

Comentários

Nome:
António Fernando Machado Ribeiro Guimarães
Comentário:
Há sem dúvida uma aproximação entre as partes, residentes, PNPG e visitantes. Isto deve-se a uma viragem que em certa altura aconteceu. O anterior Director reuniu nos locais, veio junto das populações e resolveeu muita coisa. Esclareceu, ouviu e negociou. Depois refugiaram-se nos \"SALÕES\", negociaram com Presidentes de Câmara, pessoas totalmente desconhecedoras da realidade local e mais interessadas nas eleiçoes, veja-se o caso da CMMontalegre, escreveu e assinou: \" estamos totalmente de acordo com o POPNPG \". No debate público em Montalegre, o Vice - Presidente que assinou, em nome da Câmara, levantou um série de questões e pedidos de esclarecimentos. A freguesia de Cabril é muito afectada por este POPNPG, de tal forma que vamos estudar a possibilidade de intrepor uma Providência Cauelar.
24/11/2009 - 12:01:57

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza