zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

ordenamento do território

Economia verde para combater malefícios da urbanização
| Por Pedro Vacas


O desafio coletivo atual é incentivar o desenvolvimento urbano sustentável e a transição para uma economia verde. A afirmação foi feita na segunda-feira, 11 de abril, pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, durante a abertura da 23ª sessão do Conselho de Administração do Programa das Nações Unidas para Assentamentos (ONU-Habitat), situada em Nairóbi (Quénia).

Segundo Ban, a era urbana na qual o mundo está a entrar tem muitas incógnitas, mas algumas certezas, como os perigos associados às mudanças climáticas. ”As discussões são oportunidades importantes para garantir que a agenda do desenvolvimento urbano se reflita na próxima Conferência sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio +20″, observou o secretário-geral da ONU.

O encontro realizado no Quénia, intitulado Desenvolvimento urbano sustentável através da expansão do acesso equitativo à terra, habitação, serviços básicos e infraestrutura, debate novas formas de lidar com a rápida urbanização das cidades de todo o mundo.

O evento foi aberto pelo presidente queniano, Mwai Kibaki, que alertou que as altas taxas de urbanização trazem pobreza urbana, desemprego, transporte inadequado e proliferação de assentamentos precários. “Estamos a enfrentar a realidade na qual a maioria das pessoas vive em áreas urbanas. A previsão é de que até 2020 a população urbana global atingirá 4,2 biliões e atingirá 70% em 2050″, acrescentou. Segundo ele, não há maneira de evitar o processo de urbanização e todas as partes devem assumir as suas responsabilidades e enfrentar os desafios.

No seu discurso, o diretor executivo da ONU-Habitat, Joan Clos, ponderou que apesar de as cidades estarem a enfrentar muitos desafios, estes podem ser alcançados se o planeamento urbano for pensado cuidadosamente. “Nos últimos 20 anos a cidade tem sido vista como um espaço de problemas, o pessimismo levou-nos à falta de ação. No entanto, se olharmos para a história vemos que a cidade tem sido um lugar de crescimento económico e pessoal”. Ele pediu que parassem de falar em crise nas cidades e estivessem mais otimistas sobre o futuro das mesmas. ”Um lugar para começar é a rua. Se bem projetadas podem trazer benefícios para outras partes da cidade.”

O Conselho de Administração é um órgão subsidiário da Assembleia Geral das Nações Unidas e serve como um organismo intergovernamental das decisões da ONU-Habitat. Ele envia relatórios à Assembleia Geral, por intermédio do Conselho Económico e Social (Ecosoc) da ONU.

Fonte: www.ecod.org.br


Publicidade


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza