zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

ordenamento do território

Quercus lança projecto para conservar habitats prioritários de montanha
| Por Pedro Vacas


Iniciou-se em Setembro a dinamização do projecto "HIGRO – Acções demonstrativas para a conservação de habitats prioritários de montanha nas montanhas do Norte de Portugal”, projecto que é co-financiado pelo programa Life+ da União Europeia. O projecto será desenvolvido em três Sítios da Rede Natura 2000: “Serra de Arga” (região biogeográfica Atlântica) e “Serra de Montemuro” e “Alvão-Marão” (região Biogeográfica Mediterrânica), abrangendo as áreas de intervenção um total de 200 hectares.

O projecto tem como principal objectivo definir uma metodologia que promova a restauração e conservação activa de matos higrófilos [(4020) *Charnecas húmidas atlânticas temperadas de Erica ciliaris e Erica tetralix] e de cervunais [(6230) *Formações herbáceas de Nardus, ricas em espécies, em substratos silicosos das zonas montanas (das zonas submontanas da Europa continental)], procurando avaliar as técnicas de gestão que induzem uma maior diversidade e promovem a conservação de espécies de flora a fauna ameaçada.

Gestão do espaço vai envolver a população local

Dado que a gestão deste tipo de habitats está intimamente ligada à actividade tradicional de pastorícia de gado em regime extensivo, algo que se encontra em franca regressão nas áreas montanhosas abrangidas pelo projecto, procurar-se-á testar uma metodologia baseada na compensação dos serviços prestados pelos utilizadores do espaço, através da celebração de contratos com diversos produtores de gado locais (bovinos, ovinos e caprinos), com o fim de avaliar a melhor forma de fazer conservação activa deste tipo de habitats através da promoção de uma actividade sustentável de pastoreio. Desta forma, procurar-se-á criar um complemento económico com base na manutenção da integridade dos habitats e da biodiversidade associada.

Pretende-se igualmente efectuar acções de controlo mecânico de vegetação arbustiva, instalar vedações amovíveis e restaurar a hidrologia da área, segundo a especificidade do habitat, procedendo à monitorização da evolução dos habitats intervencionados, de forma a ir aperfeiçoando a metodologia de pastoreio a implementar neste tipo de áreas.

Um projecto que reúne vários parceiros

Este projecto pressupõe a realização de contratos de gestão com as entidades gestoras de baldios, com aplicação de mecanismos de compensação pela afectação destas áreas à conservação da natureza, e conta com o apoio de diversas entidades, nomeadamente o ICNB – Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, a AFN – Autoridade Florestal Nacional, as Câmaras Municipais de Resende, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar, Viana do Castelo. Tem também o apoio da ACEB – Associação para a Cooperação Entre Baldios, da SBTMAD – Secretariado dos Baldios de Trás-os-Montes e Alto Douro, da BALFLORA – Secretariado dos Baldios do Distrito de Viseu e ainda da Aguiar Floresta. O acompanhamento científico ficará a cargo do CIBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto e do Centro de Investigação de Montanha da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Bragança.

Fonte: Quercus



Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza