zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

resíduos

15 mil pessoas são forçadas a abandonar as suas casas
| Por Pedro Vacas


O governo da China anunciou que vai evacuar 15 mil pessoas de uma área contaminada com chumbo na cidade de Jiyuan, província de Henan. Decisão que foi tomada depois de ter ficado comprovado que mais de mil crianças da comunidade foram contaminadas pelo metal pesado.

Segundo a agência de notícias estatal Xinhua, o presidente da câmara da cidade, Zhao Suping, estima que a transferência dos moradores vai custar um bilião de yuans (cerca de 100 milhões de euros). A maior parte desse valor, 70%, será pago pelo governo e pela companhia poluidora. O restante caberá aos cidadãos.

O governo ainda não decidiu onde alojará as famílias que actualmente vivem em 10 aldeias próximos da fábrica responsável pela contaminação. A unidade de fundição de chumbo Wanyan de Jiyuan é a maior da China e a segunda maior do mundo, segundo dados oficiais.

As crianças já foram evacuadas, mas não há uma previsão de prazo para a mudança dos outros moradores, o que tem levantado críticas. "Se algumas pessoas ficam ricas, mas toda uma aldeia é envenenada, como podemos ignorar a saúde das pessoas no processo de desenvolvimento económico?", questionou o morador Wang Shaouzhou, de 60 anos, vive em Shiniu, uma vila próxima da fundição onde cem crianças foram afectadas.

A região abriga várias fundições e o sector contribui significativamente para a economia local. Cerca de 10 mil dos 670 mil moradores de Jiyuan trabalham directamente para alguma das 35 fundições de chumbo presentes na cidade. Outras 20 mil pessoas dependem indirectamente do negócio.

fonte: ambiente


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza