zona de empresas registar empresa

◀ voltar atrás

resíduos

Sintra aumenta para o quadruplo a rede de recolha de óleos alimentares
| Por Pedro Vacas


Sintra irá ver a sua rede de óleões aumentada para o quádruplo, aumentando-a para 80 novos pontos de recolha. As novas unidades de deposição serão de mais simples acesso, utilização e limpeza, possuindo um sistema de recolha mais facilitado. Ao contrário do que acontece actualmente em que o óleo é despejado para dentro do óleão, com o novo sistema de deposição passará a ser possível colocar garrafas ou garrafões com o óleo directamente no contentor, prevenindo assim derrames.

O primeiro passo foi dado no dia 9 de Outubro, com a colocação da primeira unidade na Vila de S. Pedro na Av. do Conde Sucena.

Ao providenciar um destino adequado aos óleos alimentares usados (OAU), está garantida a minimização do impacte ambiental causado pela carga poluente nas ETAR e colectores municipais, ao mesmo tempo que contribui para a política de gestão e valorização dos resíduos, tendo como mais-valia a melhoria da qualidade de vida nos centros urbanos e a redução da factura energética do município.

Através da valorização energética dos OAU em biodiesel e posterior consumo de biocombustível na frota municipal, pretende-se reduzir o consumo de combustíveis fósseis e assim a diminuição significativa de emissões de Gases com Efeito de Estufa (GEE), prevenindo o aquecimento global e as alterações climáticas.

Em 2005 Sintra foi pioneira a nível nacional com a implementação do Plano de Valorização de Óleos Alimentares Usados (PVOAU) ao disponibilizar 23 óleões na via pública, projecto da responsabilidade da Agência Municipal de Energia de Sintra (AMES) e da Higiene Pública Empresa Municipal (HPEM).

Em 2009 Sintra estará novamente na linha da frente segundo o diploma DL 267/2009 publicado no passado dia 29 de Setembro, que estabelece o regulamento jurídico da gestão de óleos alimentares usados (OAU), fundamental para a criação de um quadro legal específico para este resíduo. Este diploma estabelece um conjunto de normas que visam a implementação de circuitos de recolha selectiva, o seu correcto transporte, tratamento e valorização, por operadores devidamente licenciados para o efeito.

Neste diploma, o enfoque é dado sobretudo aos óleos alimentares usados provenientes do sector doméstico, atribuindo aos municípios um papel de relevo, que terão de evidenciar planos de recolha selectiva de OAU e disponibilizar pontos de recolha consoante o número de habitantes. Assim, até 31 de Dezembro de 2011 devem ser disponibilizados pelo menos 40 pontos de recolha em municípios com mais de 300 000 habitantes, e até 31 de Dezembro de 2015 devem ser disponibilizados pelo menos 80 pontos de recolha, meta que Sintra cumprirá com este reforço do PVOAU.

fonte: CM Sintra


Se gostou deste post acompanhe-nos no Facebook e comente!

Gostou do que leu? Deixe seu comentário.

Anti-spam

Por favor, transcreva o seguinte código no espaço a seguir:

Captxa

◀ voltar atrás

Eco Info
Directório
Newsletter
Contacte-nos

errrr

   

Sponsors | Parceiros Pela Natureza

 
Sponsors Pela Natureza
Parceiros Pela Natureza